LOGIN / Acesse o sistema

Esqueceu sua senha? Redefina aqui.

Ainda não possui uma conta? Cadastre-se aqui!

REDEFINIR SENHA

Insira o endereço de email associado à sua conta que enviaremos um link de redefinição de senha para você.

Ainda não possui uma conta? Cadastre-se aqui!

Este conteúdo é exclusivo para membros ABCM

Inscreva-se e faça parte da comunidade

CADASTRE-SE

Tem uma conta?

Torne-se um membros ABCM

Veja algumas vantagens em se manter como nosso Associado:

Acesso regular ao JBSMSE
Boletim de notícias ABCM
Acesso livre aos Anais de Eventos
Possibilidade de concorrer às Bolsas de Iniciação Científica da ABCM.
Descontos nos eventos promovidos pela ABCM e pelas entidades com as quais mmantém acordo de cooperação.
Estudantes de gradução serão isentos no primeiro ano de afiliação.
10% de desconto para o Associado que pagar anuidade anntes de completar os 12 meses da última anuidade paga.
Desconto na compra dos livros da ABCM, entre eles: "Engenharia de Dutos" e "Escoamento Multifásico".
CADASTRE-SE SEGUIR PARA O VIDEO >

Tem uma conta?

Comitês Comitê de Engenharia de Projeto

Comitê de Engenharia de Projeto

Comitê Técnico - Engenharia de Projeto (Engineering Design)

Zilda  de Castro Silveira , Departamento de Engenharia Mecânica , EESC/USP (secretária) - [email protected]
Antônio Wagner Forti, Engenharia Mecânica, UNESP (Campus de Guaratinguetá) - [email protected] 
Gilberto Martha de Souza, Escola Politécnica, Engenharia Mecatrônica, USP - [email protected]
Valter Beal, CIMATEC-SENAI - [email protected]

 

Apresentação

A crescente demanda de transversalidade nas áreas tecnológicas tem impacto direto nas áreas de conhecimento desenvolvidas em pesquisa básicas, aplicadas e de inovações. Nesse contexto, a denominação engenharia de produto, como subárea de conhecimento da engenharia mecânica está contida em uma área de maior amplitude, a engenharia de projeto.

As pesquisas básica e aplicada são fundamentais para o processo de inovação, que nos últimos anos tem sido cada vez mais importante no contexto mundial, reforçadas constantemente por conhecimentos específicos, mas simultaneamente transversais em função aumento da complexidade tecnológica.

O Brasil, para aumentar sua competitividade no cenário mundial precisa estar inserido nesse contexto do avanço tecnológico, e a área de engenharia de projeto também se configura como uma área de pesquisa, fundamental para o processo de inovação em diferentes frentes do conhecimento na engenharia mecânica e áreas correlatas.

As linhas de pesquisa dentro de áreas como manutafuta aditiva, projeto inteligente, sistemas de open source design, otimização de sistemas mecânicos, padronização de projetos, projeto "para" áreas específicas (Design for) e recomendações de projeto "de" (Design to) configuram novas formas de concepção e estruturação de projetos, que podem conduzir a produtos com alto valor agregado.

 

Objetivos

Nesse novo contexto, os objetivos do Comitê de Engenharia de Projeto são: 

  • Promover a interação entre pesquisadores e também profissionais, num círculo virtuoso entre Academia, Centros de Pesquisa e Empresas;
  • Atuar como elemento de representação da área junto a entidades nacionais e/ou internacionais congêneres e de fomento;
  • Contribuir para o desenvolvimento e divulgação da área de conhecimento nas Universidades e empresas;
  • Incentivar a participação de estudantes de engenharia nas atividades do Comitê e da ABCM.

 

Metas

Para atingir estes objetivos o Comitê procurará desenvolver as seguintes atividades;

  • Organização de eventos: congressos, simpósios e workshops (presenciais e/ou on-line);
  • Elaboração e oferecimento da primeira Escola Engenharia de Projeto;
  • Promover cursos de atualização e difusão dentro da área de competência.
  • Criar uma rede de comunicação e integração dos profissionais atuantes na área;
  • Divulgação da ABCM e dos trabalhos realizados pela mesma junto a instituições internacionais congêneres, buscando identificar possibilidades de parcerias que contribuam para o desenvolvimento da área de engenharia de produtos.
  • Desenvolver atividades que incentivem a participação de estudantes de engenharia;
  • Assessorar entidades de fomento e órgãos internacionais dentro da área de competência.

 

Voltar