LOGIN / Acesse o sistema

Esqueceu sua senha? Redefina aqui.

Ainda não possui uma conta? Cadastre-se aqui!

REDEFINIR SENHA

Insira o endereço de email associado à sua conta que enviaremos um link de redefinição de senha para você.

Ainda não possui uma conta? Cadastre-se aqui!

Este conteúdo é exclusivo para membros ABCM

Inscreva-se e faça parte da comunidade

CADASTRE-SE

Tem uma conta?

Torne-se um membros ABCM

Veja algumas vantagens em se manter como nosso Associado:

Acesso regular ao JBSMSE
Boletim de notícias ABCM
Acesso livre aos Anais de Eventos
Possibilidade de concorrer às Bolsas de Iniciação Científica da ABCM.
Descontos nos eventos promovidos pela ABCM e pelas entidades com as quais mmantém acordo de cooperação.
Estudantes de gradução serão isentos no primeiro ano de afiliação.
10% de desconto para o Associado que pagar anuidade anntes de completar os 12 meses da última anuidade paga.
Desconto na compra dos livros da ABCM, entre eles: "Engenharia de Dutos" e "Escoamento Multifásico".
CADASTRE-SE SEGUIR PARA O VIDEO >

Tem uma conta?

Informativos

  • Informe Especial ABCM - Palestra "PIPELINE e seus Desafios Tecnológicos"

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

    É AMANHÃ (10/01) ÀS 17h!

     

    Ementa:

    DUTOS NO BRASIL

    A atividade dutoviária no Brasil ainda é muito pouco conhecida. Entender como o petróleo e o gás natural são escoados de um campo de produção, como esses produtos chegam em uma refinaria e depois como o mercado consumidor é atendido em um país com dimensões continentais, não é nada simples.

    Dutos submarinos ou terrestres, de líquido ou de gás, monoprodutos ou multiprodutos, rígidos ou flexíveis, de aço ou de materiais compósitos essas são algumas das classificações e terminologias dessa indústria. Dutos é a melhor solução para o transporte econômico para grandes volumes e grandes distâncias.

    A indústria de dutos no Brasil vem passando por um intenso processo de transformação. Todos os gasodutos de transporte da PETROBRAS foram vendidos e hoje são operados por empresas privadas. Alguns oleodutos estão na lista para serem vendidos em conjunto com as refinarias. Foi aprovada uma nova lei federal para o Gás Natural, com a promessa de alavancar investimentos em infraestrutura em todo o Brasil, ou seja, o segmento dutoviário está totalmente diferente, e são esperados novos investimentos e uma nova dinâmica de negócios. As empresas de distribuição de gás natural, que também utilizam dutos, estão sendo fortalecidas e estão investindo em mais gasodutos. Com o aumento das descobertas de petróleo & Gás na área do pré-sal, e a necessidade de fazer o escoamento desse gás até as unidades em terra, serão necessários mais gasodutos submarinos em águas cada vez mais profundas e para viabilizar esses sistemas será necessário soluções tecnológicas mais econômicas.

    A segurança operacional é outro fator importante dessa indústria. Garantir a integridade estrutural dos dutos, operar de forma remota e segura milhares de quilômetros através de sistemas remotos de supervisão e controle é um desafio constante do setor. Operar com sistemas inteligentes, com ferramentas tecnológicas e se preparar para a nova era dos dutos através da geração 4.0, é um desafio já presente no nosso dia a dia.


    Outro movimento que acontece na atividade em todo o mundo é como preparar essa indústria para a era de baixa emissão de carbono. Como você acredita que será o transporte dos biocombustíveis? do biometano? do biogás? do hidrogênio? e mesmo do CO2 para depois ser armazenado ou utilizado? Não tenha nenhuma dúvida que os dutos estarão lá, sendo ainda a melhor solução para alternativa de transportar energia renovável de forma econômica e segura.

    Por tudo isso vamos precisar desenvolver, prospectar e incorporar novas tecnologias e soluções nesse importante segmento da indústria de energia.

     

    Inscrições através do e-mail: [email protected]